Resenha: O Psicopata (Vicente Garrido)

terça-feira, julho 31, 2018

Tem quem ache esse meu gosto estranho, mas sempre me interessei por conteúdo relacionado a psicopatas, serial killers, e outras personalidades que são ameaças na nossa sociedade. Sei que não estou sozinha, afinal várias séries que retratam essas figuras tornaram-se famosas, como Dexter, Hannibal, The Following, etc. Entretanto, além de ver o que é representado na ficção, tive recentemente a oportunidade de ler a respeito dessa temática sob o ponto de vista da psicologia criminal: recebi da Paulinas Editora o livro O Psicopata, um camaleão na sociedade atual, do autor Vicente Garrido.


Esta obra, além de caracterizar o psicopata e discutir sobre suas ações, busca definir em que medida cada um de nós está contribuindo para promover uma cultura na qual a psicopatia encontra um campo favorável. A tese do autor é a de que a sociedade moderna (carregada de violência, segmentação, drogas...) permite um acréscimo no número de psicopatas, que estão não apenas distantes, cometendo crimes, mas próximos de nós: nossos políticos, professores, garçons, ou mesmo em nossa família. 


O autor trás o psicopata como um camaleão: capaz de se adaptar às mais diversas situações, a se "infiltrar" em nosso convívio. O livro trás diversos exemplos dessas figuras, discutindo não apenas se determinado criminoso ou personalidade política é um psicopata, mas apresentando os comportamentos psicopatas que são visíveis em suas ações. 


O livro é dividido em 10 capítulos, tendo a edição brasileira um capítulo especial, escrito pela especialista em psicopatologia clínica e psicologia da delinquência Dra. Juliana Teixeira, que fala sobre a psicopatia no Brasil. Em seus capítulos, o livro apresenta questões como as origens e desenvolvimento do psicopata, traços de psicopatia em políticos e criminosos de guerra, e mesmo sobre manifestações da psicopatia em familiares. 


Posso dizer que esta foi uma leitura didática: daquelas que você rabisca, reflete e, sobretudo, aprende. Recomendada principalmente para psicólogos e juristas, é também uma leitura compreensível para leigos, como eu, mas que se interessam pelo tema. 


Este livro faz parte da coleção Aspectos de Psicologia da Paulinas Editora, que traz obras a respeito de diversos ângulos da pesquisa e do exercício científico da área. Como cientista social gostei muito da abordagem sociocultural da obra, que me fez refletir sobre diversos problemas sociais que enfrentamos na contemporaneidade.

Sobre o autor:


Vicente Garrido é professor titular da Universidade de Valência, Espanha, grande incentivador do desenvolvimento da psicologia criminal e da pedagogia corretiva, além de autor de trabalhos científicos de ampla repercussão no âmbito da criminologia. Desenvolve programas de prevenção de condutas antissociais e promove tratamento de agressores implacáveis e sistemáticos.


ISBN: 978-85-356-4330-5

Posts Relacionados

20 comentários

  1. Adoro livros desse gênero e me interessei bastante por este valeu pela dica!!

    ResponderExcluir
  2. Malu, eu também sou fascinada nessas histórias de psicopata e serial killer! Haha sério, e muitas pessoas não entendem esse meu gosto. Não leio muito (confesso), sou mais das séries. Mas me interessei muito por esse livro!

    Valeu pela dica!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bom conhecer gente que compartilha desse gosto pelo tema! <3

      Excluir
  3. Bom, estou estudando psicologia e tudo que posso dizer que é que já quero esse livro para ontem! Realmente, os psicopatas são muito flexíveis, comportam-se da maneira como as vítimas querem, é difícil identificar um em encontros repentinos.
    Ótima sugestão!
    Abraços! 😊

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super recomendo essa leitura pra você então, Amilton! Fico feliz por você ter gostado da sugestão <3

      Excluir
  4. Sempre tive interesse nesse assunto, adoro aqueles programas de tv que contam histórias verídicas de psicopatas e serial killers hahah Fiquei com vontade de saber mais sobre o assunto, adorei a dica de livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também curto muito ver histórias verídicas sobre o tema! Esse livro também contém várias :)

      Excluir
  5. Acho que com livros mais didáticos assim eu não conseguiria manter a atenção. Eu preciso de uma aventurazinha no meio pra conseguir manter a atenção e gostar do livro xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo, Érica! Eu me surpreendi com este, pois também não costumo ler livros com esse formato a não ser que sejam para a faculdade. Mas acabei gostando!

      Excluir
  6. Esse é um tema interessante e que precisa ser falado.
    Gostei bastante da sua resenha, mesmo sendo um livro com um tema pesado, parece não ser pesado de ler!

    Até mais! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem tranquilo de ler mesmo Carolina! Contém algumas histórias tensas, mas por tratar de forma científica a leitura fica mesmo no lado didático da temática.

      Excluir
  7. Eu procurava muitas histórias e fics sobre psicopatas e serial killers, hoje em dia até que não leio tanto coisas assim, mas ainda acho super legal. Também gosto de jogos, são ótimos. O livro parece ser super legal, adoraria ler também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, preciso admitir que apesar de gostar da temática, não consigo jogar jogos com psicopatas, haha Fico com medo! Afinal em alguns jogos a gente se sente mesmo dentro daquela realidade.

      Excluir
  8. Eu nunca li livros desse tipo, mas achei bem interessante! Não é estranho pensar que uma pessoa que convive conosco pode ser um psicopata e nós nem sabemos? Deve ser bacana adquirir esse conhecimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Vitória! Depois dessa leitura, talvez eu seja capaz de identificar algumas dessas pessoas, haha Mas é uma tarefa difícil.

      Excluir
  9. Algo que me chamou a atenção antes mesmo o livro foi o fato de eu não conhecer a editora. Já vou resolver isso hehe.
    Curso psicologia e me interesso bastante por psicopatas, e me interesso bastante por esses distúrbios de personalidade social. Fiquei curiosa para ler o livro, pois gosto de saber tanto de casos reais quanto fictícios :)
    Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Paulinas é uma editora incrível! Estou sempre publicando resenhas de títulos deles por aqui <3 Como você é estudante de psicologia, recomendo ainda mais essa obra! Fico muito feliz que tenha gostado da resenha :)

      Excluir
  10. Nunca li livros do gênero, mas confesso ter uma pitada de interesse mas principalmente por casos reais. Imagino a didática que o referente livro tem para nos compartilhar, é um tema interessante e preocupante ao mesmo tempo, temos que aprender a lidar com todos os tipos de pessoas, por mais leigos na psicologia que sejamos. De cara com a Juh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Juliana! Todo conhecimento que nos ajuda a compreender a humanidade se torna válido, ao menos em minha opinião.

      Excluir

Pinterest