Resenha: Drácula (Bram Stoker, contado por Eduardo Maretti)

quinta-feira, janeiro 24, 2019

livro dracula editora paulinas

É praticamente impossível ver uma produção sobre vampiros hoje em dia que não tenha sofrido influência de Drácula. O conde é uma referência nesse espaço de ficção, tendo se tornado um clássico da literatura fantástica. A obra de Bram Stoker, baseada na figura histórica do sanguinário Vlad já ganhou diversas versões e adaptações. Uma delas é esta edição publicada pela editora Paulinas, contada pelo Eduardo Maretti e ilustrada por Daniel Araújo

SINOPSE: Nesta adaptação de Eduardo Maretti do célebre clássico Drácula, de Bram Stoker, um mistério envolve cinco amigos brasileiros. 
Um deles, jornalista, vai à Romênia investigar o histórico castelo de Vlad III, a pedido do jornal em que trabalha. Cercado por mistérios e em um ambiente aterrorizante, ele se dá conta de que está em presença de uma criatura diabólica, o proprietário do castelo. 
Ao mesmo tempo, em São Paulo, seus amigos vivenciam acontecimentos sobrenaturais e perturbadores, intensificados com a chegada da criatura ao Brasil. 
Interessado pelo assunto, um professor estrangeiro, a convite de um dos amigos, vem em socorro do grupo para descobrir o mistério que os atormenta e perceber a coincidência e ligação entre os fatos que os afetam.

livro dracula bram stoker contado por eduardo maretti

Nesta edição, que faz parte da coleção Clássicos do Mundo, a história do Conde Drácula ganha um novo contexto, sendo adaptada para os dias atuais e tendo como cenário a cidade de São Paulo. No prefácio, escrito pelo autor José Arrabal, podemos entender um pouco sobre a proposta da edição, que busca trazer um recorte contemporâneo como uma tentativa de aproximar o leitor moderno da literatura clássica, tendo como foco o público juvenil. No prefácio é também apresentada a história do autor irlandês Bram Stoker, onde podemos entender melhor de onde vieram suas inspirações para a obra e sua trajetória de vida.
Logo de início há também uma nota que contextualiza esta adaptação. Nela, uma pessoa não identificada, que seria o autor do livro, revela que comprou uma casa em um bairro central de São Paulo em 2013, e nela encontrou os relatos presentes neste livro, contados em cadernos, manuscritos, agendas, CDs e pen drives.  Após ler e ouvir todo esse material, resolveu reuni-lo e publicá-lo neste livro.


livro dracula tres partes

O livro é divido em três partes, e em cada uma delas vemos relatos dos personagens envolvidos na história. No núcleo do enredo tempos João Harker, um jornalista que está prestes a viajar para a Romênia a trabalho, para escrever uma matéria acerca de um famoso castelo da região da Transilvânia. Quem deveria fazer a matéria, no entanto, era o seu amigo Augusto, porém uma doença o afligiu e a tarefa foi remanejada para João. Sua esposa, Guilhermina, tem um mal pressentimento sobre a viagem, mas tenta vê-la como uma oportunidade interessante para o marido.

livro dracula bram stoker capitulos

João segue para a Romênia, e Guilhermina, estando em São Paulo, faz visitas a Augusto e sua esposa Lúcia, uma fotógrafa que acabou de conseguir uma nova oportunidade de emprego. Porém, em sua primeira saída em campo — no Cemitério da Consolação, onde foi fotografar lápides famosas — coisas estranhas acontecem. Uma névoa é revelada nas fotos de Lúcia, mesmo ela não tendo visto nenhuma fumaça ou coisa parecida no local, e em uma das fotos é visível uma forma sinistra de um cachorro. Em paralelo a esses mistérios que começam a assombrar São Paulo, coisas estranhas também acontecem com João na Romênia. Coisas que mais tarde se revelam estar relacionadas com a figura do Conde Drácula.

ilustracao dracula bram stoker

Eu adorei a história, que é narrada de maneira fluída e com uma ótima cadência dos acontecimentos. Me lembrou muito algumas adaptações de obras clássicas brasileiras que eu lia na escola. Também amei os personagens e me senti amiga deles, tentando decifrar os mistérios e sentindo a aflição que eles sentiam. 

dracula editora paulinas ilustrado

As ilustrações feitas pelo Daniel Araújo também são incríveis, e deram um toque especial à história. Foi uma leitura rápida e gostosa, que me deixou curiosa para ler a obra original de Bram Stoker. Inclusive estou bem tentada a comprar a edição original da editora Darkside, principalmente após a Melina Souza ter anunciado um projeto de leitura conjunta para a obra.

eduardo maretti e daniel araujo

Recomendo muito essa edição para quem quer conhecer o Drácula através de uma linguagem contemporânea, repleta de elementos especiais e em território brasileiro. Parabenizo a Paulinas Editora pelo trabalho dessa edição, que ficou incrível. Aprendi muito com a leitura, que ganhou um espaço especial na minha estante <3 


ISBN: 978-85-356-3905-6

Posts Relacionados

16 comentários.

  1. Eu nunca li a história mesmo, mas sei mais ou menos a pegada da história. Achei bem interessante a proposta do livro e achei a capa bem legal. :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que todo mundo sabe pelo menos um pouquinho sobre o Drácula, mesmo sem ter lido, né? É um clássico!

      Excluir
  2. Achei muito legal essa história de pegar um livro super clássico contato por outra pessoa. Nunca gostei muito de vampiros, mas tenho me interessado um pouquinho depois das edições lindas que a DarkSide lançou. Esse da resenha também chamou a minha atenção *-* um dia lerei mais histórias de vampiros, pode acreditar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Luana, dá uma chance a essas criaturas incríveis que são os vampiros! Aposto que você vai se encantar <3

      Excluir
  3. Li, achei o máximo. Muito interessante. E as gravuras foi um diferencial que gostei também. Super recomendo 👏👏

    ResponderExcluir
  4. Achei bastante interessante essa releitura, digamos assim e realmente, deve aproximar mais para a realidade colocar uma parte da história para se passar em São Paulo. Vai entrar para minha lista esse livro.

    www.agendaleatoria.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficou tão próximo da realidade que eu até senti um medinho de o Drácula resolver vir pra Recife também, hehe

      Excluir
  5. Meus parabéns! Sou se colocar de forma objetiva, clara e concisa. Me chamou meu a atenção o interesse da Paulinas publicar está obra e os contornos oferecidos.

    Ótima sacada, um clássico mas com olhares contemporâneos e o principal, ocorrem na minha cidade natal; São Paulo, a cidade maravilhosa, a terra da garoa .

    Malu, impecável resenha, mais uma vez, meus parabéns!

    Incluirei em minha lista para este ano.

    Ricardo Reis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo comentário e pelo carinho, Ricardo! :)

      Excluir
  6. Oi, tudo bem? A Paulinas sempre trazendo lançamentos diferentes e encantando seus leitores. Essa edição não conhecia mas gostei muito das ilustrações internas, um trabalho incrível. Nunca li nada sobre o Drácula e fiquei curiosa depois da sua resenha. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Paulinas arrasa mesmo em suas publicações! <3

      Excluir
  7. Que incrível, adorei essa ideia de trazer um clássico para os dias atuais, com certeza fica bem mais fácil para o público juvenil se relacionar. Nunca li Drácula mas tenho muito curiosidade, assim como Frankenstein também :))
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou bem curiosa a respeito da história do Frankenstein, Betânia! Quem sabe não exista alguma edição adaptada como essa por aí pra me introduzir nessa história também <3 vou até procurar!

      Excluir
  8. Muito interessante a releitura da história do Conde Drácula, não consigo imaginar ele em são paulo, dever ser simplesmente incrível esse livro!! Adoro as historias de vampiros e quem melhor que Conde Drácula não é? Já anotado na listinha ;p
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não estava conseguindo imaginar até ler, Vanessa! E adorei quando as coisas se entrelaçaram <3

      Excluir

Pinterest